Blog - Davi Arbelo - Escritor ,Copywriter, Ghostwriter, proficiente em storytelling e comunicação Estratégica.

Caro amigo (a),

Seja você é um copywriter, ou escritor, saber tornar a leitura como se fosse uma conversa

aumenta muito o nível do seu texto persuasivo. 

Isso é algo que todos desejamos, seja em livro, carta de vendas, vídeo de vendas e até mesmo em seu blog, poste.

Recentemente, conheci três técnicas de escrita conversacional da lenda do Copywriting Gary Halbert.

Antes de entrar no tema principal, vou fazer uma breve apresentação de Gary Halbert,.

 

Quem foi Gary Halbert? 

Quem é o Copywriter Gary Halbert? Blog Davi Arbelo

Deixe-me apresentá-lo a Gary Halbert…

Gary Halbert ( 1938 – 2007 ) foi um profissional de marketing e Copywriter de resposta direta.

Ele era um mestre em detectar e explorar oportunidades de marketing. 

Para você ter uma ideia, sua carta de vendas mais bem-sucedida foi enviada 600 milhões de vezes…

O Livro de Halbert, as cartas do boro, é um clássico que lidera muitas listas de livros para Copywriting.

Infelizmente, não temos uma versão em português, se tiver, vai ser uma versão traduzida comprada

em algum grupo para copywriting.

As cartas do boro compreende 18 cartas que Halbert escreveu a seu filho Bond enquanto estava preso

por sonegação de impostos na prisão federal de Boron.

No entanto, este não é apenas um livro sobre copywriting; é um curso intensivo de marketing direto,

como Halbert sugere:

Segundo ele, a primeira coisa que você deve perceber é que você deve se tornar um estudante de mercados,

Não produtos. Não técnicas. Não copywriting. Não como comprar espaço ou o que quer.

Curiosamente, isso não foi uma novidade para minha pessoa, todavia, sempre é bom reforçar.

Agora, é claro, todas essas coisas são importantes e você deve aprender sobre elas,

mas a primeira e a mais importante coisa que você deve aprender é o que as pessoas querem comprar.

Sei que os tempos mudaram e estamos mais conscientes dos truques baratos de marketing.

Além disso, não podemos mais escrever da mesma maneira que Halbert escreveu.

Ainda assim, podemos aprender com um dos maiores nomes do Copywriting.

 

Copywriting: 3 técnicas conversacionais

Copywriting: 3 técnicas para Transformar uma carta de vendas em uma conversa. Blog Davi Arbelo

Quando comecei a escrever cartas de vendas, tinha consciência de que uma conversa era uma forma eficiente de vender, no entanto, sabia que precisava de ferramentas.

A maior lição dessa técnica é que você pode ser persuasivo sem ser insistente.

Comece escrevendo sua Carta de vendas como se estivesse conversando com um leitor. Você pode tornar essa conversa tão formal ou informal, tão compassiva ou tão divertida quanto parecer apropriado.

Devo mostrar-lhe?

O que eu quero compartilhar hoje, são técnicos de escrita conversacional.

Ele usava essas técnicas em suas cartas de vendas. Quando usadas com moderação, essas técnicas podem ajudar a transformar sua escrita em uma conversa agradável com seu leitor.

Aqui está como…

 

1. Como Gary Halbert usa perguntas em sua escrita de vendas

omo Gary Halbert usa perguntas em. Blog Davi Arbelo

Uma das técnicas mais eficazes para tornar sua escrita mais conversacional é abordar seu leitor diretamente com uma pergunta.

No, as cartas do boro, Halbert costuma se dirigir diretamente ao filho:

Adivinha?

Hoje eu corri “The Hill” duas vezes sem parar!

Grande coisa, hein? Bem, é para mim. Seu velho está ficando magro e malvado.

Escrever uma carta para seu filho é obviamente diferente de escrever uma carta de vendas para milhares ou milhões de pessoas que não sabem quem você é.

Mas mesmo em suas cartas de vendas, Halbert escreve como se estivesse se dirigindo a apenas uma pessoa, usando perguntas para iniciar uma conversa também. Aqui está como ele abre sua carta famosa que vende cristas familiares:

Você sabia que seu nome de família foi gravado com um brasão de armas em antigos arquivos heráldicos há mais de sete séculos?

Dirigir os leitores com uma pergunta ajuda a estabelecer uma conexão rápida, fazendo com que cada leitor sinta que está escrevendo para eles pessoalmente. Um texto parece menos vendido e mais conversacional.

Cuidados que devem ser tomados a usar essa técnica

Seja cuidadoso. Não exagere nessa técnica. Muitas perguntas podem atrasar os leitores, pois cada pergunta os faz parar brevemente para considerar uma resposta. Além disso, calibre suas perguntas. Ser excessivamente jovial pode parecer insincero e se tornar irritante. Que tipo de conversa você deseja ter com seus leitores?

Quando você escrever sua cópia de vendas, deixe-a por um dia e leia-a em voz alta. Parece que você está se dirigindo a uma multidão de compradores em potencial ou está conversando com um leitor? O tom da sua escrita parece natural?

 

2). Halbert usa transições diárias

Como o Copywriting Gary Halbert usa transições diárias. Blog Davi Arbelo

Halbert usa muitas transições e interjeições diárias para tornar sua escrita mais conversacional. Vejamos algumas transições diárias:

Bem, estou me sentindo melhor hoje.

E agora, vamos falar sobre credibilidade.

De qualquer forma. O que quero lhe dizer hoje de manhã é que depois de amanhã vou parar de escrever essas cartas por um tempo.

Tanto a escolha quanto a frequência de frases transitórias faça a escrita de Halbert conversacional. Em uma conversa, você também pode usar palavras como: bem, agora, e de qualquer maneira. Pessoalmente, utilizo transições em meus textos, mas nunca havia ouvido falar de transições diárias até conhecer essas técnicas.

Como seria de esperar, as cartas de vendas de Halbert são um pouco menos conversativas do que as cartas para o filho. As cartas de venda são mais polidas, editadas com mais cuidado.

Em suas cartas de vendas, as transições costumam atuar como sementes de curiosidade, incentivando os leitores a lerem. Os exemplos a seguir são de sua Carta aberta a mulheres atraentes em Miami:

Agora, confira o seguinte:

Agora, aqui está um fato um pouco triste.

Aqui estão as melhores notícias de todas!

Em algumas cartas de vendas, Halbert usa tantas sementes de curiosidade que me parecem assustadoras. 

Cuidados ao usar transições diárias em seu texto

Eu recomendo usar esta técnica com moderação. Quando você usa uma técnica específica com muita frequência, o leitor começa a perceber a técnica em vez da mensagem que está tentando transmitir.

Para verificar as transições em sua carta de vendas, leia sua copy em voz alta. Você ficaria feliz em lê-lo para um cliente?

Se o texto faz você se sentir desconfortável, você promete demais ou usa técnicas de forma excessiva. Tente editar para parecer mais natural.

 

3). Halbert convida você para se sentar com ele

Copywriter Gary Halbert técnicas

Quando você lê algo do Gary, você sente como se estivesse sentado ao lado de Halbert, vendo-o escrever.

Isso porque ele permite que os leitores espiem sua vida, exatamente no momento em que ele está escrevendo:

Você sabe o quê? Está tão quente nesta sala que tenho que manter uma bandana (, é a azul) debaixo do meu braço para não conseguir manchas de suor no papel.

 

Bem, eu me encontrei um pouco de refúgio perto do topo de “ The Hill ” e estou sentado com pernas cruzadas (estilo yoga) em um cobertor.

Estou olhando para o bom e velho Camp Boron e escrevendo esta carta para você.

Você notou que cada um dos dois exemplos acima compartilha um detalhe específico? 

Há uma bandana azul no primeiro e o estilo de ioga com pernas cruzadas no segundo.

Esses detalhes específicos ajudam a visualizar Halbert enquanto ele escreve suas cartas. As cartas não apenas oferecem um curso intensivo em marketing direto, mas também oferecem um vislumbre da vida de Halbert na prisão.

Gary, não usa essa mesma técnica em suas cartas de vendas; não é necessário que os destinatários da carta imaginem Halbert escrevendo para eles. As cartas nem são assinadas por ele.

No entanto, como profissionais de marketing de conteúdo, podemos usar essa técnica para permitir que os leitores se sintam mais próximos de nós. 

Você também pode convidar leitores para o seu mundo?

 

Como estudar os mestres

 

Estudando o trabalho de Copywriters e escritores famosos, é divertido e podemos aprender muito com eles.

Mas sempre continue com cuidado.

Os tempos mudam e as conversas também mudam.

A chave é sempre imaginar a pessoa lendo seu blog, poste, sua copy, ou seu livro.

Pense, como a conversa soará para eles?

Para você que está na jornada de refinar suas habilidades como copywriter, vou deixar um link de uma página nova do blog.

Estou montando um Swipe File com as melhores praticas de Copywriting. Espero ver você por aqui mais vezes.

Até breve, caro amigo Copywriter…

Blog Davi Arbelo - Umblog sobre desenvolvimento pessoal do escritor, copywriter e Ghostwriter Davi Arbelo
Sobre o autor
Opa!
Como está, seguindo o Rastro?
Como você já sabe, meu nome Davi Arbelo, Sou Comunicador Competente pela Toastmasters Internacional, Escritor com mais de uma dezena de livros em três idiomas, Copywriter, e Ghostwriter, apaixonado por desenvolvimento pessoal.
Além disso, gosto de temas como espiritualidade, metafísica, simbolismo, Marketing e negocios.
Fui presidente do clube, nós toastmasters, uma sede do clube internacional de oratória Toastmasters International.
Existem mais, mas para saber, voce precisa seguiro RASTRO.
Leia Também

Informações: [email protected]

Rua Bartolomeu de Gusmão, 614, Bairro: Fátima, Canoas, RS
Contato: (55)51984326188
error: AVISO LEGAL! Este conteúdo está protegido, em caso de uso, fazer referência devida.
pt_BRPortuguese
Powered by TranslatePress