O que é ghostwriting

O que é ghostwriter?

O Ghostwriter, em tradução literal Escritor Fantasma, é um escritor contratado por editoras, blogs, e profissionais em geral que não dominam a arte da escrita para escrever obras literárias ou jornalísticas, discursos ou outros textos que são oficialmente creditados a outra pessoa como o autor.

O que faz um Ghostwriter?

O Ghostwriter é um escritor pago para redigir ou editar autobiografias, memórias, artigos de revistas ou outro material escrito.
A coisa mais importante para alguém que deseja trabalhar como Ghostwriter é se desapegar da obra que ele escreveu.
"O Ghostwriter é um profissional que deve ser desvestido de Ego para tomar o lugar do autor e escrever como se fosse ele".
Se você não consegue deixar o Ego de lado, fica difícil de ser um profissional na área de ghostwriting.

O papel do Ghostwriter na música

Na música, os ghostwriters costumam ser usados para escrever canções, letras e peças instrumentais.
Os autores de roteiros também podem usar ghostwriters para editar ou reescrever seus roteiros para melhorá-los.
A grande diferença é que no Brasil o Ghostwriter que escreve musicas, tem o direito sobre sua obra, enquanto na escrita, você é pago para ser um fantasma.
Normalmente, existe uma cláusula de confidencialidade no contrato entre o ghostwriter e o autor creditado que obriga o primeiro a manter o anonimato.
Às vezes, o ghostwriter é reconhecido pelo autor ou editor por seus serviços de redação, eufemisticamente chamado "pesquisador" ou "assistente de pesquisa", mas muitas vezes o ghostwriter não é creditado.
Os compositores há muito contratam ghostwriters para ajudá-los a escrever peças musicais e canções; Wolfgang Amadeus Mozart é um exemplo de compositor conhecido pago para escrever músicas para clientes ricos.
Um ghostwriter de música pop escreve letras e uma melodia no estilo do músico creditado. Na música hip hop, o uso crescente de ghostwriters por estrelas do hip-hop de alto nível gerou polêmica.

O Ghostwriter nas artes visuais

Nas artes visuais, não é incomum, tanto nas belas-artes quanto nas artes comerciais, como os quadrinhos, que vários assistentes trabalhem em uma peça creditada a um único artista; Andy Warholenvolvido nesta prática, supervisionando um processo de serigrafia de linha de montagem para sua arte.
No entanto, quando o crédito é estabelecido para o escritor, o reconhecimento de sua contribuição é de domínio público e o escritor em questão não seria considerado um ghostwriter.
Porque contratar um Ghostwriter?
Ghostwriters são contratados por vários motivos. Em muitos casos, celebridades ou figuras públicas não têm tempo, disciplina ou habilidades de escrita para escrever e pesquisar uma autobiografia de várias centenas de páginas ou um livro "como fazer".
Mesmo que uma celebridade ou figura pública tenha as habilidades de escrita para escrever um pequeno artigo, eles podem não saber como estruturar e editar um livro de várias centenas de páginas de modo que seja cativante e com ritmo adequado.
A curva de aprendizagem para aprender técnicas de escrita não é longa, mas é mais fácil contratar alguém, do que estudar algo que não é sua arte.
O Ghostwriter na visão do escritor
O ghostwriter na visão do escritor, é uma grande oportunidade, principalmente para quem consegue escrever um livro não muito complexo em um ou dois meses.
Eu como escritor independente, posso afirmar ser necessária contar com habilidades de marketing para vender seu livro.
Entretanto, uma pessoa famosa tem seu público alvo, é muito mais comodo contratar um profissional que escrever um livro.
Vejo o interesse por essa área como algo positivo, pois a era digital trouxe algumas mudanças, abrindo novos mercados que trazem suas próprias oportunidades para autores e escritores.
Os Ghostwriters são amplamente utilizados por celebridades
Ghostwriters são amplamente utilizados por celebridades e figuras públicas que desejam publicar suas autobiografias ou memórias.
O grau de envolvimento do ghostwriter em projetos de escrita de não-ficção varia de menor a substancial.
Em alguns casos, um ghostwriter pode ser chamado apenas para limpar, editar e polir um rascunho de uma autobiografia ou um livro "como fazer".
Em outros casos, o ghostwriter escreverá um livro ou artigo inteiro baseado em informações, histórias, notas, um esboço ou sessões de entrevista com a celebridade, ou figura pública.
É importante salientar que o autor creditado também indica ao ghostwriter que estilo, tom ou "voz" eles querem no livro.
Em alguns casos, como em alguns livros "como fazer", guias de dieta ou livros de receitas, um livro será inteiramente escrito por um escritor fantasma, e a celebridade (por exemplo, um músico conhecido ou estrela do esporte) será creditado como autor.
Ghostwriter, benefícios para uma editora
O ghostwriting é utilizado pelas editoras como estratégia para aumentar a possibilidade de comercialização de um livro, associando-o a uma celebridade ou figura conhecida.
Cada vez é mais comum uma editora contratar um Ghostwriter para um cliente que tem publico, mas não domina técnicas de escrita.
Em vários países, antes das eleições, os candidatos contratam ghostwriters para produzir autobiografias para eles, de modo a ganhar visibilidade e exposição.
Um dos livros de John F. Kennedy ( Profiles in Courage ) é quase inteiramente creditado a ghostwriters, porém, isso é mais comum em mercados maduros, esse não é o caso do Brasil.
A famosa autobiografia de Donald Trump ( Trump: The Art of the Deal ) foi produzida por um ghostwriter.
"Vários dos livros de Hillary Clinton foram produzidos por ghostwriters".
A autobiografia de Nelson Mandela ( Long Walk to Freedom ) também foi produzida por um ghostwriter.
Recentemente, eu assisti um treinamento de uma ghostiwriting que tem livros entre os mais vendidos da veja, entretanto, eles não podem falar sobre, pois, são fantasmas.
O máximo de crédito que ele poderia receber, seria como pesquisador, ou assistente de pesquisa.
Porém, não é aconselhável que esse profissional almeje isso, se acontecer, que seja naturalmente.
O Ghostwriter para blogs
Ghostwriter para blogs, tem uma grande demanda, penso que seja uma forma de começar na escrita.
Alguns sites, incluindo blogs, são escritos por escritores fantasmas, porque nem todos os autores possuem as habilidades em tecnologia da informação ou o tempo para se dedicar à administração de um site.
No entanto, o estilo, tom e conteúdo são modelados no do autor creditado.
Muitos ghostwriters de sites são freelance, mas alguns são freelancers que trabalham sob contrato, como apresentadores de rádio, copywriting, redatores de texto para vídeos e apresentadores de televisão.
Ocasionalmente, um "pseudônimo de casa" ou nome coletivo é usado pelo autor do site.
Algumas celebridades, CEOs ou figuras públicas criam sites de blog - às vezes como uma ferramenta de marketing, relações-públicas ou lobby.
No entanto, como esses indivíduos estão normalmente muito ocupados para escrever suas postagens, eles contratam ghostwriters discretos para postar no blog sob o nome de celebridade ou CEO.
Tal como acontece com os escritores fantasma de não ficção, o ghostwriter do blog modela seu estilo de escrita, conteúdo e tom nos do autor creditado. Isso vale para a mídia social também.
Muitas figuras públicas têm ghostwriters que lidam, pelo menos parcialmente, com suas contas no Facebook e Twitter, entre outros.
Mercado Ghostwriter no Brasil
Mercado Ghostwriter no Brasil, é algo que venho acompanhando já faz um tempo.
Porém, é um mercado complicado de mapear, já que o Escritor é Fantasma, e existe uma ética de trabalho.
Apesar disso, baseado no conteúdo que tenho visto e ouvido, percebi algo interessante, principalmente para quem tem interesse nessa área.
Há uma forte tendência de expansão desse Mercado. Cada vez mais, empresas, colunistas e outros interessados estão migrando sua atuação para plataformas online (sites, apps, blogs, redes sociais, etc.).
Isso faz com que a importância do marketing de conteúdo, por exemplo, seja ainda maior. Além disso, existe uma demanda por criação de e-books, por mais profissionais ghostwriter no mercado literário.
Parece paradoxal, dizem que livro não gera resultado no Brasil, mas existe demanda para ghostwriter, livros nos melhores da veja, e prêmios entregues todo ano para escritores.
Carreira de Ghostwriter
A Carreira de Ghostwriter é algo que muitos escritores vêm tomando consciência sobre ela. Entretanto, tenho apenas uma sugestão para você que se interessou por esse mercado.
Minha sugestão para aqueles que querem iniciar uma carreira como ghostwriter é coloque o Ego no lugar que ele deveria sempre estar, no lugar de cervo.
Mas quanto ganha um ghostwriter no Brasil?
Esse é uma pergunta que eu também tinha, mas ela será respondida no meu próximo artigo.
Ghostwriting, contrate o seu
Contrate um ghostwriting
Se você está buscando um ghostwriting, chegou no lugar certo, para saber mais, link a baixo.
Davi Arbelo é um escritor moderno, apaixonado por desenvolvimento pessoal, que busca compartilhar suas vivências na busca por se desenvolver. Seus livros trazem temas relacionados a desenvolvimento pessoal, negócios e empreendedorismo.
Além desses, Davi visa escrever sobre outros temas como espiritualidade, metafísica, simbolismo, etc. Nesses casos ele vai optar por usar um pseudônimo. Atualmente Davi Arbelo é presidente do clube, nós toastmasters, uma sede do clube internacional de oratória Toastmasters International.
Ele ainda exerce uma função em uma empresa de segurança, fundou recentemente uma empresa chamada clube de cérebros zênite, o objetivo principal é criar um grupo de Mentes e cuidar dos seus livros, futuras palestras e eventos.
Davi Arbelo também é copywriter e ghostwriter, se você busca um profissional dessa área, fale conosco.

Como publicar um audiobook ou audiolivro?

O que é Copywriter e como funciona essa técnica

QUEM É RUSSELL BRUNSON, O PAI DOS FUNIS DO MARKETING DIGITAL?

error: AVISO LEGAL! Este conteúdo está protegido, em caso de uso, fazer referência devida.
pt_BRPortuguese
Powered by TranslatePress »